quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Soldado da Paz ( Herbert Vianna)

"Não há perigo
Que vá nos parar
Se o bom de viver
É estar vivo
Ter amor, ter abrigo
Ter sonhos, ter motivos
Para cantar.
Armas no chão
Flores nas mãos
Se o bom de viver
É estar vivo
Ter amor, ter abrigo
Vivendo em paz
Prontos para lutar.
O soldado da paz
Não pode ser derrotado
Ainda que a guerra
Pareça perdida
Pois quanto mais
Se sacrifica a vida
Mais a vida e o tempo
São os seus aliados..."


Nenhum comentário: