segunda-feira, 6 de julho de 2009

Burrocracia


Eu estive outro dia em uma “repartição pública” federal, em Marabá, a fim de começar a resolver uns problemas burocráticos. Fiquei pasmo ao constatar que em alguns setores da administração pública federal, parece que a determinação geral é procurar uma brecha para não atender, não resolver, não solucionar. Incrível. E olha que eu já tenho uma boa experiência dentro dos ‘trâmites administrativos”, digamos assim.

Imagina o que se passa com uma pessoa que não tem tanta desenvoltura em lidar com os entraves na “receita federal” da vida. Me deram um chá de cadeira e enquanto esperava, li um artigo interessante de um teólogo( Valmir Nascimento) a respeito de como seria caso a Justiça Divina atravancasse os pedidos desesperados da humanidade usando a burocracia dos humanos. Vejam que interessante o que ele escreveu:

“ Ainda bem que o Reino de Deus não é repartição pública. Senão, imaginemos a situação: Você, num momento de desespero e angústia, ajoelha-se para buscar a presença de Deus e receber uma resposta para as suas indagações. Pega o ‘telefone’ da oração e ‘disca’ diretamente para o Criador. Porém, quem atende é a telefonista dos céus: - Secretaria Divina, bom dia! Com quem o senhor gostaria de falar? Você leva um susto. Afinal nunca ouvira falar da Secretaria Divina; muito menos de uma telefonista dos céus. Mas você é persistente. - Eu quero falar com Deus, por favor. - Tem hora marcada? Responde a telefonista. - Hora marcada? Como assim, hora marcada? Apreensivo, você indaga.

A moça, num tom de especialista explica: - Muita coisa mudou meu querido. Como Deus andava cheio de compromissos, ocupado com as guerras e a fome das nações, e com o aumento do número das orações direcionadas pra Ele ultimamente, resolvemos fazer uma reorganização/reengenharia no Céu. Assim, para que o senhor possa conversar com Ele, será necessário agendar uma entrevista anteriormente, conforme dispõe o Decreto de Reorganização Superior.

Diz a Secretária: Vou acessar nosso novo Sistema de Informações Espirituais e verificar a ficha do senhor e o seu enquadramento. Estais brincando? - Não estou não. Estou seguindo a norma de Organizações & Métodos e se eu não fizer corretamente a Auditoria me pega. Aí, você já viu né, vai sobrar pra mim. - É simples, basta nos enviar uma petição redigida em papel A4, em três vias, junto com a cópia do RG, CPF, comprovante de endereço, titulo eleitoral e certidão de casamento. Depois, é só aguardar a decisão. Enquanto eu continuava com o chá de cadeira, dei graças a Deus que só aqui é assim...

Nenhum comentário: