sábado, 9 de janeiro de 2010

Adeus

Sobre as montanhas de Minas estão depositadas agora as cinzas do corpo da estudante Yumi Imanishi Faraci, morta na tragédia que abateu a cidade de Angra dos Reis (RJ), no dia 1º de janeiro, quando 52 pessoas morreram. Um desejo da jovem de 18 anos foi atendido neste sábado pelos pais de Yumi, Sônia Imanishi e Geraldo Faraci. O ato foi acompanhado por dezenas de pessoas que foram até a Serra da Moeda, na Região Central de Minas, para mais uma cerimônia de adeus.

Um amigo da família, o administrador de empresas Cid Maestrine, que conheceu Yumi quando ela tinha apenas três anos, sobrevoou de asa delta a região e arremessou no ar parte dos restos mortais da estudante de arquitetura da UGMG, em um dia de sol forte e céu azul. Enquanto as cinzas eram lançadas ao vento, músicas interpretadas pela jovem eram tocadas, tornando o encontro mais especial e inesquecível para os parentes e amigos. Até o médico obstetra responsável pelo parto de Yumi foi ao local para se solidarizar com os parentes.


Nenhum comentário: