terça-feira, 13 de abril de 2010

Passarinho da Pena Branca



Eu tava triste, sem amor e sem carinho,
Tão longa estrada, tanta dor e tanta mágoa,
Um passarinho tão bonito ali cantou,
Cantou, cantou, cantou, cantou, cantou, cantou.
Um passarinho, tão bonito encantador,
Cantou, cantou, cantou cantou, cantou,cantou.

Passarinho da pena branca
Traz pra mim toda esperança
Passarin da pena verde, benze a criança na rede,
Passarim da pena amarela, canta uma canção pra ela

Quando a força vem chegando
E a consciência clareando
Cordão de prata da memória,
em mim mora, em mim mora, a Luz Divina
cordão de prata da memória, em mim mora, em mim mora,
a Luz Divina

Lua clara, cachoeira,
Lá no alto da pedreira ai, ai ei,
Essa vida é uma peneira,
Peneirando areia fina,
Como brilha a Luz Divina

2 comentários:

jane hilda disse...

Música boa de se ouvir!!!

Paulo Mourão, quando a canta, nos convida a uma viagem especial, cujo destino é a LUZ DIVINA! esta música é uma pérola!!!!

Jane Hilda- Ilhéus-Bahia

OLINTO disse...

Grato, amiga; e seja bem vinda neste espaço!