sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Mais Obama


Concordo contigo, caro colega. Ser negro não é o atributo, digamos assim, preponderante de Barack Obama. É um político moderno, possui carisma, sabe usar sua peculiar história de vida a seu favor e o mais interessante, sabe como dirigir as palavras de forma a emocionar e cativar. Realmente é um orador de primeira. É só observar alguns trechos do seu discurso da vitória:



" Se alguém ainda duvida que a América é o lugar onde todos os sonhos são possíveis, se ainda questiona se os os sonhos dos nossos fundadores ainda estão vivos, se ainda questiona o poder da nossa democracia, teve esta noite a resposta.

(...) Sim, podemos!


Para aqueles que querem destruir o mundo: nós vamos demovê-los. Para os que querem paz e segurança: nós apoiamos-vos. E para aqueles que se interrogam sobre se a luz de liderança da América continua viva: esta noite nós provamos, mais uma vez, que a força de nossa nação não vem do nosso poder militar ou da escala da nossa riqueza, mas do enorme poder dos nossos ideais: democracia, liberdade, oportunidade e esperança.

(...)Sim, podemos!


Este é o nosso momento. Este é o nosso tempo, de voltar a dar trabalho à nossa gente, de abrir as portas da oportunidade aos nossos filhos; de restaurar a prosperidade e de promover a paz; de reclamar o sonho americano e de reafirmar a verdade fundamental de que, no meio de muitos, somos um; que enquanto respiramos, mantemos a esperança.


(...) Sim, podemos!


Obrigado. Deus vos abençoe. E que Deus abençõe os Estados Unidos da América."


Realmente, um belo discurso e uma bela oratória!

Nenhum comentário: