sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Brecht

"Do rio que tudo arrasta, se diz que é violento, mas ninguém diz violentas as margens que o oprimem". Berthold Brecht

2 comentários:

Anônimo disse...

Falou pouco e fosse muito!

Anônimo disse...

disse muito!